Por quê a população está adoecendo?

por | 9 jun, 2017

Toda vez que chego em um consultório médico em qualquer hora do dia, em qualquer época do ano ou em qualquer dia da semana, ele está sempre lotado. E hospital então? Mais ainda. Sempre me pergunto, mas por quê? O que será que todas essas pessoas estão fazendo aqui? Eu estou sempre nos exames de rotina e eles? Também? Fico intrigada…por isso resolvi escrever a respeito.

Vejo que os médicos estão cada vez mais com suas agendas lotadas, os consultórios bombando tanto que não sobra nem uma cadeira para sentar, o SUS com seus leitos escassos e os convênios médicos, observando essa alta demanda, cada vez mais caros.

Tem algo de errado aí. Tem algo muito desequilibrado nessa história toda.

E tem mesmo. Esse desiquilíbrio começa em nós.

Grande parte da população está adoecendo e o mal do século é mesmo a depressão. Ela atormenta a todos, sem distinção de gênero, classe social ou cor de pele. Quer você acredite ser uma doença ou não, além de ser ela deve ser tratada como algo seríssimo.

Outro fator assustador é que pelo menos uma pessoa na sua família já teve ou vai ter câncer. Tem momentos que penso esse ser o destino final para a maioria. E muito mais do que uma pessoa na família, muitos morrem de câncer hoje em dia.

E as várias doenças crônicas ou outras que os médicos nunca conseguem resolver e vive nos entupindo de remédios. Que por consequência, geram dinheiro para o império da indústria farmacêutica.

Cenário bom né? Rs Esse cenário somado com os consultórios cheios chegamos a mais da metade da população doente. E o que podemos fazer a respeito?

É um problema social? Eu discordo.

Outros dizem que a nossa expectativa de vida está aumentando porque cada vez mais comemos melhor e nos exercitamos mais; por isso, iremos viver muito mais que nossos avós. Discordo também.

Até podemos viver melhor que nossos avós, mas se notarmos o número de pessoas depressivas, mais as que estão depressivas e não assumem isso e outras que nem sabem que estão; acho que essa expectativa de vida longa não está muito certo. Ou se estiver, será uma vida longa, porém infeliz e depressiva. A depressão é uma doença da alma, e isso não importa muito se você come bem ou não, se exercita ou não, tem dinheiro ou não.

Um dia fui levar meu pai no hospital no meio da semana, em um horário comercial, e pasmem: não tinha nenhuma vaga no estacionamento de um hospital particular aqui no interior de São Paulo. O estacionamento estava literalmente sem vaga, ele desceu e eu tive que esperar no carro até liberar uma vaga. E olha, demorou viu…Depois de quase uma hora de espera eu consegui uma vaga.

Fisicamente, quando olho para todos aqueles pacientes sentados no hospital ou nos consultórios, aparentemente todos parecem estar bem. O que eles vão procurar exatamente? Será que a sua doença é da alma?

Ou será que vão procurar respostas para os seus problemas? Respostas essas que nunca serão encontradas e que provável já estão dentro deles.

 

Para mim, toda doença física é um esgotamento emocional não bem resolvido. E que por não ter por onde escapar, fisicamente ele se manifesta. E sim, quando a mente e a alma estão bem, o corpo agradece e não adoece.

 

E gente, vamos combinar: com todo esse caos público, hospitais do SUS sendo quase que a sua última opção de vida, e os preços de convênio médico lá em cima; o melhor jeito mesmo de resolver isso é não ficar doente!

Mas porque não olhamos para isso? Porque não olhamos para dentro?

 

Simplesmente porque é muito mais fácil tomar um remédio e perguntar para um médico qual é o seu problema. E infinitamente mais difícil olhar para dentro e mudar algo que esteja errado em você ou te fazendo mal.

A solução sempre está dentro de nós. Toda vez que um desconforto vier, procure notar qual emoção esse desconforto está associado. E antes de correr para o médico desesperado para saber logo qual remédio ou exame precisa fazer, faça um teste e olhe para dentro. Afinal, quantas vezes um médico já não te deu um diagnóstico errado ou não resolveu o seu problema? Porque você confia tanto nele assim? Só porque ele ficou mais de 5 anos estudando?

Passe a confiar mais na sua verdade e no que o seu corpo te diz.

Não sei se a maioria tem essa consciência de olhar para dentro de forma construtiva. Eu sempre me preocupei com a minha saúde, talvez por isso que raramente fico doente, por exemplo eu nunca tive febre, acreditam? Desde criança eu já não ficava doente, agora que penso e cuido da minha saúde emocional, mental e espiritual; as chances diminuíram ainda mais.

Pensando nisso eu quero te ajudar a não ter o hospital ou os consultórios como última opção. Quero te ajudar a manter esse equilíbrio físico, mental e espiritual durante o ano todo através de encontros semanais e muito conteúdo na comunidade que vou falar sobre felicidade e propósito no trabalho e na vida. Vai ser demais e tenho certeza que nessa comunidade vai ter muita gente que não fica doente há um tempão, assim como eu.

 

Comunidade Flow Business

Entre para a nova era dos negócios

Saiba mais

Pin It on Pinterest

Shares
Share This

Compartilhe