Futuro do Trabalho

Mesmo se soubermos nossos talentos e habilidades, e até o nosso propósito de vida, nada valeria a pena se estivermos inseridos num ambiente tóxico.

As empresas produziram por anos pessoas estressadas e com muito baixo nível de produtividade. E essas mesmas pessoas vem sendo transformadas em zumbis ansiosos, por conta dos ambientes de trabalho não acolhedores.

E agora? Como mudar esse cenário?

Se você já ouviu falar sobre Gestão Horizontal, Economia Colaborativa, Design Thinking ou novos modelos participativos de trabalho, mas acha tudo bonito demais e na prática não tem idéia de como aplicar?

O Futuro do trabalho é um lugar onde a antiga geração de funcionários e os novos trabalham junto mantendo o mesmo nível de produtividade e motivação. Desafiador?

Sim, mas não impossível.

Pensar sempre 10 anos além da geração atual, com a intenção de se adaptar ao futuro, nos mantêm mais competitivos e aumenta a produtividade.

De acordo com a Fundação Getúlio Vargas (FGV), de uma lista de 68 países, o Brasil está em 50º lugar no ranking de produtividade, perdendo até para países como Taiwan, com 29 posições acima de nós.

O mais interessante é que no estudo, a produtividade não está relacionada as horas trabalhadas. Luxemburgo que está no topo é o país onde se trabalha menos horas.

 

Eu trabalhei em mais de 11 países, onde o modelo que mais me chamou a atenção foi na Austrália. Imaginem que em um banco de investimento onde as pessoas são mega produtivas, a figura do “chefe” nem existia.

Essa experiência me fez refletir sobre vários modelos de trabalho usados hoje em dia. Notei que parte do trabalho de reconstruir ambientes mais saudáveis tem a ver com 3 pilares:

E nesse trabalho, as seguintes etapas são muito importantes:

REVER O MODELO DE AVALIAÇÃO DE DESEMPENHO

CRIAR NOVAS FORMAS DE CRESCIMENTO INTERNO

TER PROCESSOS QUE GEREM INDEPENDÊNCIA

APERFEIÇOAR A EXPERIÊNCIA DO CLIENTE

PROMOVER INOVAÇÃO INTERNA

DESBUROCRATIZAÇÃO

A medida que sua empresa cresce, seus problemas também crescem?

 

O modelo de trabalho precisa ser sustentável, escalável e autogerido, caso contrário não valerá a pena daqui 20 anos.

Baixe o guia das cores!

Pare e pense! Você sabe que emoções provoca no seu cliente?

Já refletiu sobre o significado das cores da sua marca, da sua roupa e até mesmo do seu texto por e-mail e como elas interferem diretamente nas impressões causadas no seu público alvo?

Vem conhecer este material que eu preparei para você!

A Hapôri é uma agência de volunturismo que busca formar a comunidade de viajantes com vontade de explorar o mundo, deixar sua marca no coração das pessoas e fazer a diferença.

A Hapôri foi desenvolvida por mim com o propósito de transformar a cultura de viagens do Brasil. Uma viagem pode ser muito mais do que carimbos no passaporte, fotos bem editadas no Insta e souvenires para os familiares.

Uma viagem pode te levar a experiências incríveis que ficarão para sempre na sua memória.

A Hapôri acredita nessas experiências e por isso nossa plataforma é online, sem limites de fronteiras e sem pacotes fechados. Acreditamos que todos podem viajar pelo tempo que puderem, do jeito que quiserem e adaptados a sua necessidade.

Na Hapôri o próprio viajante é o criador da sua experiência, porque futuro é acessível e inclusivo!

GOSTOU DO TEMA E QUER LEVAR ISSO PARA A SUA EMPRESA, OU MESMO CONVERSAR MAIS A RESPEITO?

Me escreva aqui ou me diz mais sobre suas ideias.

Seu nome

E-mail

Sua mensagem

 

Pin It on Pinterest